PRESENÇA


Matheus Ceará na programação de Dia dos Pais




O humorista Matheus Ceará volta a Sorocaba para animar a semana de comemoração do Dia dos Pais. Ele se apresenta dia 9 de agosto, quinta-feira, na Praça de Alimentação do Pátio Cianê Shopping. Matheus Martone nasceu em Fortaleza, no Ceará, e aos oito anos de idade mudou-se para o interior de São Paulo. Já nessa época começou a imitar os amigos e professores da escola. Percebendo o seu potencial para a carreira artística, Matheus lançou, aos 14 anos, seu primeiro show de piadas, "A Boca do Riso".

No começo da carreira, o ator tinha vergonha de subir ao palco de cara limpa. Desse modo, adotou a indumentária comum do caipira nordestino. Assim surgiu o personagem Matheus Ceará. O matuto do Nordeste rendeu a Matheus, em 2010, o quadro "Quem chega lá", do "Domingão do Faustão", na Rede Globo, onde foi também homenageado no quadro "Arquivo Confidencial". Há cinco anos é um dos personagens do programa "A Praça é Nossa", do SBT. Em 2015 criou o show "Socano a Bucha" e rodou o Brasil com sucesso de público, em 2016 o show "Inédito Pra Quem Nunca Viu" também lotou teatros em todo o país.

Após muitos anos se apresentando como o personagem querido do programa "A Praça é Nossa", o ator resolveu tirar o figurino e se apresentar de cara limpa no palco. Na apresentação, o humorista aborda cenas comuns do seu cotidiano como a mudança para São Paulo, o casamento, a chegada da filha, o trabalho na televisão e a cirurgia bariátrica, sempre com um ponto de vista particular e muita interação com a plateia. A apresentação começa a partir das 20h e é gratuita.


"Trilhando Memórias"




A exposição "Trilhando memórias" traz recordações de passageiros, trabalhadores e entusiastas da Estrada de Ferro Sorocabana (EFS) e fica aberta até o dia 30 de setembro. A vernissage aconteceu na última terça-feira, dia 31, no Museu da Estrada de Ferro Sorocabana. A mostra traz as lembranças relatadas por dez voluntários, entre ex-funcionários da extinta EFS e passageiros dos antigos trens que circulavam nas linhas férreas da região. O projeto mescla registros em áudio e vídeo, reproduções de fotografias dos entrevistados e peças do acervo permanente do museu.

A exposição é o resultado final do projeto "Trilhando memórias - Histórias, espaços e a expansão da Estrada de Ferro Sorocabana", realizado pela historiadora Larissa Rizzatti Gomes. O projeto foi viabilizado pelo edital de Difusão de Acervos Museológicos do Programa de Ação Cultural (ProAC), da Secretaria de Estado da Cultura. A mostra foi realizada em parceria com a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Secultur) e faz parte da comemoração de 20 anos do Museu da Estrada de Ferro Sorocabana, completados em 29 de novembro do ano passado.

O projeto segue em cartaz na rua Álvaro Soares, 533, no Jardim Maylasky, em frente à Estação Ferroviária, e pode ser visto gratuitamente, de terça a sexta-feira, das 9h às 16h30. Após o dia 30 de setembro, como contrapartida do edital, a exposição deverá ganhar itinerância em outros museus de memória ferroviária do estado de São Paulo.


Programe-se




Firma o Ponto e Samba da Opinião - Hoje o grupo sorocabano Firma o Ponto recebe o grupo Samba de Opinião, projeto idealizado por um coletivo de artistas da cidade de Ribeirão Preto, no Saravá Brasil Bar. O evento faz parte de um intercâmbio entre os grupos, que se iniciou no mês de junho, quando o Firma o Ponto se apresentou no Memorial da Classe Operária. A segunda parte do intercâmbio acontece agora, em Sorocaba. O evento será a partir das 16h e conta ainda com discotecagem do DJ Sylvio Muller nos intervalos.

Flash Back - O Clube de Campo de Sorocaba realiza, no próximo dia 18, sábado, o Flash Back, com DJ Rica Amaral, a partir das 21h. Com delícias da ilha gastronômica preparadas pelo buffet Junior Melo, o cardápio traz bebidas à vontade e também sobremesa. O convite antecipado, até hoje, custa R$ 110 (sócio) e R$ 160 (convidados). Os sócios do Ipanema Clube também têm desconto na festa. A partir de amanhã, será acrescido R$ 20 no valor do convite. Reservas e informações pelo telefone (15) 3388-9021.


Fábio Jr. em Sorocaba




"Desejo para cada um de vocês boas vibrações, bons sentimentos, boas atitudes." Com essas palavras, o cantor Fábio Jr. saudou os fãs que foram prestigiar a turnê "O que importa é a gente ser feliz", apresentada no sábado passado, dia 28, no Recreativo Campestre. Como tem sido nas apresentações do cantor, muitas mulheres levaram faixas e cartazes na esperança de conseguir ver o artista bem de perto, no camarim. Uma delas, Lucimara Gutierres Zamboni, conseguiu inclusive autorização do marido para pedir um selinho para o cantor, que acompanha desde criança. Na expectativa de chamar a atenção, levou uma faixa com os dizeres: "Quero te dar um selinho. Maridão autorizou." Depois do show, apesar de não ter conseguido chegar até Fábio Jr., ela e o marido ficaram conversando com os músicos da banda. "Foi uma aventura", resumiu.

O artista cantou grandes sucessos da carreira, como "Só você", "O que é que há", "Alma gêmea" e "Caça e caçador", além das canções que fazem parte do último CD "O que importa é a gente ser feliz", o primeiro inédito após um hiato de dez anos. Também teve "Tente outra vez", de Raul Seixas. A despedida foi sem bis, mas na música final desejou "Deus te abençoe" e impôs as mãos, mandando energia. (Colaborou Daniela Jacinto)


Visita internacional




Um grupo de alunos da Universidade Tsinghua, da China, acompanhados pelo Professor Zhang Jun, visitou a Associação Criança de Sorocaba na última quarta-feira, dia 1º. Eles foram recebidos pela presidente da instituição, Elvira Cairo, pela diretora clínica, Suse Helena Pedroso Dias e pela diretora administrativa, Evalci Almeida. "Ficamos felizes em poder mostrar um trabalho que fazemos com muita dedicação, com empenho. A associação tem equipes preparadas, faz um trabalho pautado em valores como a honestidade e a humanização", destacaram. O brasileiro Gabriel Conti, que faz mestrado na China, também acompanhou a visita.

Os estudantes são todos membros da Cruz Vermelha na China e estão no Brasil interessados em conhecer os modelos de atendimento na saúde pública no país. Os alunos frequentam diversos cursos como engenharia, jornalismo, química e medicina -- e têm em comum a universidade e a Cruz Vermelha. Fizeram inúmeras perguntas e conheceram as dependências do Centro de Atenção Psico Social da Infância e da Juventude da zona leste, que é administrado pela Associação.

A Associação Pró-Reintegração Social da Criança completa 50 anos de sua fundação em novembro próximo, tendo iniciado suas atividades na cidade de Diadema, estando há 25 anos em Sorocaba. Desde que assumiu a administração de três Capsijs em Sorocaba, a associação já atendeu quase 12 mil jovens e adolescentes com problemas de saúde mental. A visita também contou com a participação das coordenadoras dos Capsijs mantidos pela Associação Criança em Sorocaba, Roberta Gabriotti, Aline coelho Salvador e Maria José Cardoso. Além de Sorocaba, os estudantes chineses passarão por Campinas, Brasília, São Paulo e Rio de janeiro.