PRESENÇA


Originais do Samba no Boteco Ipanema




O Boteco do Samba, que acontece no dia 25 de agosto, um sábado, no Ipanema Clube, traz o tradicional grupo Originais do Samba como atração principal da noite. Formado na década de 1960, o grupo traz na formação atual os seguintes integrantes: Scoob, Rogério Santos, Juninho e Bigode. No repertório não vão faltar clássicos como "Falador Passa Mal", "Cadê Tereza", "Esperanças Perdidas", "Do Lado Direito da Rua Direita", "O Assassinato do Camarão", entre outros sucessos. A última vez que o grupo esteve em Sorocaba foi no Carnaval desse ano.

O evento, entre os mais esperados do ano no Ipanema, terá comidinhas de boteco, preparadas pelo Rondello Buffet, com cerveja e caipirinha à vontade. A festa começa às 21h e também conta com a banda Café no Bule. Os convites custam R$ 120 (sócios) e R$ 180 (convidados). Reservas de mesas e informações pelo telefone (15) 3519-4330.


Concerto Internacional




O Trio Nobile, formado por músicos experientes de diferentes cantos do mundo, se apresentou no último sábado, dia 28, no Teatro Municipal Teotônio Vilela (TMTV). Composto pela pianista brasileira Clélia Iruzun, o violinista britânico Anthony Flint e o violoncelista norte-americano Johann Sebastian Paetsch, o Trio foi criado no final de 2017 com o objetivo de interpretar obras consagradas e raras do repertório escritas para esta formação. No programa, obras dos compositores Beethoven e Ravel, executadas com alta qualidade técnica.

O concerto fez parte da 9ª Temporada de Música Clássica - Schaeffler Música, realizado com patrocínio da empresa Schaeffler e produção da MdA International. Antes do concerto ainda, também como parte do projeto Schaeffler Música, o trio realizou um ensaio aberto para deficientes auditivos com intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais).


Unimed Sorocaba conquista Selo Diamante de Sustentabilidade




No último 19 de junho, o presidente da Unimed Sorocaba, José Francisco Moron Morad, recebeu a outorga do Selo Hospital Unimed de Sustentabilidade, na classificação Diamante, que é conferido pela Unimed do Brasil.

A solenidade foi acompanhada pelo vice-presidente da Cooperativa, Paulo Hungaro Neto; pelos conselheiros administrativos, Celso José Eugênio Pinto e Maria José de Souza; e pelos diretores administrativo, técnico e clínico do Hospital Dr. Miguel Soeiro (HMS), respectivamente, Edson Cumpian Paulossi Junior, Mário Sergio Moreno e Gustavo Ribeiro Neves. A entrega foi feita durante a abertura do Congresso Nacional de Gestão em Saúde, no Expo Center Norte, em São Paulo.

Entre os 55 hospitais que compõem o Sistema Unimed, somente dois obtiveram o Selo Diamante. Esta certificação assegura, segundo a Unimed do Brasil, que a instituição de saúde assimilou o conceito da gestão sustentável, alcançando estágio de maturidade. No caso do HMS, as práticas de sustentabilidade estão disseminadas em todas as áreas da organização. Elas são planejadas e monitoradas, atendendo à maioria de seus públicos de relacionamento.

O desenvolvimento sustentável da cooperativa médica sorocabana integra seu planejamento estratégico, tendo sido incorporado aos principais processos de gestão e normas do seu Hospital.

A Unimed Sorocaba dispõe de indicadores que demonstram o resultado atingido em suas ações, assim como o seu impacto na diminuição da desigualdade social; na relação ética e transparente nos negócios; no relacionamento com o público interno; na preservação do meio ambiente; no fortalecimento da comunidade e no amadurecimento das relações com clientes, comunidades, fornecedores e governo, contribuindo para uma sociedade mais justa e sustentável.

Para o presidente da Cooperativa, a conquista é emblemática e representa anos de ações estabelecidas na sua organização. "Temos a sustentabilidade em seu mais amplo espectro ¿ ou seja, no que tange o negócio, sua viabilidade econômica e reflexos socioambientais, como uma política rígida e norteadora de diversas práticas internas e externas."

Segundo a gerente do Núcleo de Gestão Estratégica e Sustentabilidade da Unimed Sorocaba, Patrícia Bezerra da Silva, este é o reconhecimento de todo um trabalho desenvolvido, além de reforçar que a cultura da sustentabilidade está arraigada na instituição.

Conforme comentou o diretor administrativo do HMS, Edson Cumpian Paulossi Jr., a participação dos colaboradores e cooperados foi fundamental para esta conquista. "Isto representou o engajamento de todos em relação às ações voltadas à gestão e sustentabilidade", indicou.
 


10ª Festa da Colônia Japonesa




Atrações artísticas, apresentações de música e dança, bazar de produtos orientais e uma grande variedade da gastronomia japonesa. A 10ª edição da Festa da Colônia Japonesa aconteceu no último final de semana, dias 28 e 29 de julho e lotou a praça Kasato Maru, no Campolim, onde é realizada. Tradicional na cidade, além de celebrar os dez anos da festa em Sorocaba, a edição foi especial por também comemorar os 110 anos de imigração japonesa no Brasil.

A festa contou com a participação de entidades assistenciais da cidade, com comidas típicas, como sushi, sashimi, guioza, tempurá e yakissoba. Além disso, a programação trouxe o tradicional taikô, shows musicais, danças e teatro japonês. O evento foi organizado pela equipe da União Cultural e Esportiva Nipo-Brasileira de Sorocaba (Ucens), com o apoio da Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo (Secultur), e da Urbes - Trânsito e Transportes.

Kasato Maru


Inaugurado em 2008, o parque recebeu o nome em homenagem à chegada do navio Kasato Maru com os imigrantes japoneses, em 18 de junho de 1908, no porto de Santos (SP), e abriga os principais elementos de um característico jardim japonês como o Taiko Bashi, um lago, a Sakura e o Tori. Desde sua inauguração, o local vem sediando a Festa da Colônia Japonesa de Sorocaba.


Demônios da Garoa em Sorocaba




No próximo dia 11 de agosto, o Circuito Sescoop/SP de Cultura trará a Sorocaba os sambistas do grupo Demônios da Garoa, que neste ano comemora 75 anos de trajetória. A ação acontece no Parque Campolim, às 20h, com entrada gratuita e realização do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo.

A abertura ficará por conta da Orquestra de Violas Cultura Caipira de Valinhos, a partir das 18h. O evento tem parceria com as cooperativas Cogem, Coop, Unimed Sorocaba, Sicoob e Cooperaso. O apoio é da Secretaria de Cultura e Turismo de Sorocaba e SMA Segurança e Serviços.

Lenda viva da música brasileira, o Demônios da Garoa representa com humor o cotidiano do povo paulista. É com especial alegria, personalidade e com vocais e arranjos bem estruturados que foi composto o repertório exclusivo da banda, da qual fez parte o grande sambista Adoniran Barbosa. Informações pelo telefone (15) 4009-2695.